Português English
Distraída para a Morte Fic . 35mm . cor . 14’ . 2001
Sobre o filme

Qual o conceito de "cinema negro"? Como agiremos diante das novas dimensões tecnológicas? De que forma a experiência dos diretores norte-americanos e ingleses como Spike Lee, Julie Dash, Isaac Julien, Charles Burnet entre outros, e africanos (Ousmane Sembène, Idrissa Ouedraogo) podem colaborar na experiência brasileira? Como tirar proveito diante da segmentação do mercado? Essas são algumas das questões que nos desafiarão. Acredito que é dessa visão e através dela que pretendemos apresentar esse breve e inédito capítulo da diversa cinematografia brasileira. Estabelecendo o negro brasileiro como protagonista da realização cinematográfica.

Brasil, novembro de 1999.


Gênese do Cinema Negro Brasileiro

Dogma Feijoada

  1. O filme tem que ser dirigido por um realizador negro brasileiro.
  2. O protagonista deve ser negro.
  3. A temática do filme tem que estar relacionada com a cultura negra brasileira.
  4. O filme tem que ter um cronograma exeqüível. Filmes-urgentes.
  5. Personagens estereotipados negros (ou não) estão proibidos.
  6. O roteiro deverá privilegiar o negro comum brasileiro.
  7. Super heróis ou bandidos deverão ser evitados.
Sinopse

Três adolescentes negros caminham na metrópole. O que pensam? Sem destino, "distraídos", perambulam por vielas, ruas e grandes avenidas. Os dois meninos riem de suas próprias piadas racistas, enquanto a moça os observa calada. Três experiências, três formas distintas de perceber o mundo, unidas por uma brincadeira de vida ou morte. Quem se aventura a atravessar a rua, a transgredir os limites, a transpor a calmaria aparentemente segura? Há quem prefira arriscar tudo (ou seu nada) em busca de sentido. Distraída para a Morte é um filme sobre a força que provém da fragilidade. Do amor que nasce das tragédias quotidianas.

Diretor Jeferson De

Cineasta paulista nascido em 1969 e formado em cinema pela ECA/USP, é militante da causa negra no cinema brasileiro. Em 2005, lançou o manifesto Dogma Feijoada, uma análise histórica sobre a produção audiovisual dos negros no Brasil, que depois gerou o livro Dogma Feijoada e o Cinema Negro Brasileiro. Dirigiu quatro curtas-metragens, trabalhou também como editor e finalizador em produções para a TV de canais como MTV e SBT. Em 2003, fundou a produtora Barraco Forte, que produz, entre outras coisas, reportagens e projetos de ficção para a televisão. No mesmo ano, dirigiu o curta-metragem Carolina, vencedor do prêmio de melhor curta-metragem e Prêmio da Crítica no Festival de Gramado. Sua estreia em longas-metragens foi em 2010 com o filme Bróder, cujo roteiro foi selecionado para o VI Laboratório de Roteiros do Instituto Sundance. O filme recebeu o Prêmio da Crítica de melhor longa-metragem, além dos prêmios de melhor direção de arte, de som e fotografia no Festival de Paulínia de 2010.

Elenco

Cynthia Raquel 
Robson Nunes 
Fabinho Nepo

 

Participações especiais: 
Ruth de Souza 
João Acaiabe 
Xis

Equipe

Roteiro, Direção e Montagem

Jeferson De


Produção Executiva

Zita Carvalhosa e Jeferson De


Direção de Produção

Daniel Santiago


Direção de Fotografia

Jay Yamashita


Direção de Arte

Billy Castilho


Colaboração de Roteito

Patrick Leblanc


Consultoria de Montagem

André Klotzel


Assistentes de Direção

Pedro Paulo e Daniel Augusto


Produção de Elenco

Cecília Homem de Mello e Rita Fernandes


Preparação de atores

Eduardo Silva e Thelma Bonavita


Figurino

Juliana Moraes


Maquiagem

Ana Maclaren


Som Direto

Gabriela Cunha


Trilha Sonora

Max de Castro


Consultoria Musical

Eugênio Lima Noysiman


Edição de Som

Luiz Adelmo


Mixagem

José Luiz Sasso


Coordenadora de Produção

Renata Moura


Produtora de Set

Fernanda Senatori


Continuísta

Daniela Carneiro


Making Of

Keke Toledo


Story Board

Maristela Barros


Still

Vantoen Pereira Jr.

Festivais
  • Prêmio Estímulo de Curta Metragem / Secretaria de Estado da Cultura SP
  • Fespaco, 2001
  • Internationale Kurzfiltage Oberhausen, 2001
  • The Bristol Short Film Festival, 2001
  • Festival Internacional de Curtas de BH, 2001 - Prêmio de Melhor Montagem 
  • Festival de Gramado, 2001
  • Festival Int. de Curtas Metragens de SP, 2001
  • Festival do Rio BR, 2001
  • Festival de Cinema de Recife, 2001
  • Festival de Cinema de Varginha, 2002 
  • Institute of Contemporary Arts (ICA), 2002

 



facebook.com
 
 
 
 
Endereço Av. Dr. Vieira de Carvalho, 192 / 101 -  República - CEP 01210-010 - São Paulo - Brasil Telefone +55 11 3031.5522  E-mail super@superfilmes.com.br