Português English
FILME: Obra
"Obra" estreia no Tiff - Festival de Toronto
03 de setembro de 2014

Um jovem arquiteto envolvido em sua primeira grande obra é inesperadamente colocado face a face com os segredos mais obscuros de sua família, nas arrebatadoras imagens do longa-metragem de estreia do diretor/roteirista brasileiro Gregorio Graziosi.

 

Por Diana Sanchez 

 

O diretor e roteirista Gregorio Graziosi faz uso de uma fotografia dura e paisagens sonoras densas para dar vida à cidade de São Paulo em sua surpreendente estréia em longa-metragem, que conta a história de um homem que batalha com a verdade sombria do passado de sua família. 

 

João Carlos Ribeiro de Almeida Neto (Irandhir Santos) passa a sentir o peso de seu sobrenome ao embarcar em seu primeiro grande projeto arquitetônico. À espera do nascimento de seu primogênito, o jovem arquiteto se encontra em um período de intensas mudanças; que são exacerbadas quando seus operários descobrem algo suspeito enterrado na área de sua obra. Durante a escavação do terreno - que pertence à sua família - um cemitério clandestino é descoberto e João é obrigado a enfrentar difíceis questões a respeito do passado de sua família e de como essa construiu sua riqueza. João, então, vaga pela cidade em busca de pistas que possam ajudar na sua busca, ao mesmo tempo em que seu mal-estar moral começa a se manifestar fisicamente, afetando sua coluna, seus ossos e sua própria habilidade de se mover. A iminência do nascimento de seu filho, contudo, torna urgente a descoberta dos fantasmas do passado para que João tome decisões a respeito do futuro de seu herdeiro.

 

Filmado num lindo Preto e Branco, “Obra” mostra uma São Paulo que parece não terminar. O trabalho de câmera preciso e austero revela uma cidade caótica, em que a vista de um prédio é quase sempre o muro de outro. A São Paulo de Graziosi é fria, concreta, distante e parece espelhar o relacionamento de João com sua família, esposa e companheiros de trabalho. Ao acompanharmos João em sua busca, fica claro para nós que os fantasmas do passado não podem ser silenciados, mesmo numa cidade imensa e caótica como São Paulo.

 

Leia mais no site do Tiff

 

 

EXIBIÇÕES NO FESTIVAL INTERNACIONAL DE TORONTO

DISCOVERY

06/set

Imprensa/Industria

12:00

Scotiabank Theatre 05

07/set

Sessão para Público

18:45

Bell Lightbox Cinema 04

09/set

Sessão para Público

11:00

AGO Jackman Hall

11/set

Imprensa/Industria

14:15

Scotiabank Theatre 11

13/set

Sessão para Público

9:00

Scotiabank Theatre 11


 

 

Na mídia

A notícia saiu também em portais de notícias brasileiros. Abaixo, trecho da entrevista com Gregorio Graziosi pubicada no site do G1 - Pop & Arte

 

O cineasta paulistano Gregório Graziosi é o único brasileiro selecionado para o Festival de Cinema de Toronto deste ano, que acontece entre 4 e 14 de setembro, onde vai exibir seu primeiro longa-metragem. "Obra" tem Irandhir Santos ("O som ao redor"), Julio Andrade ("Não pare na pista") e a inglesa Lola Peploe ("A rainha"). O longa está na Mostra Discovery, destinada a descobrir novos talentos. Graziosi fechou contrato com a FiGa Films, distribuidora americana que criou um selo para produções brasileiras. Por aqui, "Obra" tem estreia nos cinemas prevista para 2015.

 

"Tive cuidado para escolher as pessoas certas para dar vida a cada personagem, mesmo que fosse apenas um olhar sem falas", diz o diretor ao G1. "Tenho certeza que esse cuidado faz diferença no resultado final". O elenco também conta com Sabrina Greve, Marisol Ribeiro, Helena Albergaria, Ravel Andrade, entre outros.

 

"Obra" mostra um arquiteto (Irandhir) que descobre um cemitério clandestino num terreno que pertenceu a sua família e isso vai desestabilizar sua vida. Gravado no centro de São Paulo, o filme "foca na relação entre indivíduo e metrópole". "Nascer e crescer na cidade de São Paulo não é fácil. Uma das maiores cidades do mundo, devotada à vida cotidiana, ignora questões relativas ao passado e à memória", lamenta. Ele diz que "Obra" tem foco na relação entre indivíduo e metrópole. "É um conto sobre o impacto do passado no presente", resume.


Leia a matéria inteira aqui

Mais notícias sobre o filme Obra
OBRA ganha Edital de Desempenho Artístico
OBRA COMPETE PELO PRÊMIO NETFLIX
Filmografia de Graziosi na Cinemateca Francesa
Obra no Festival de Chicago
Fotografia de OBRA é reverenciada
O lançamento de OBRA no Correio Braziliense
TV Carta Capital - OBRA em destaque
Crítica do Obra no site Papo de Cinema
OBRA na Cinemateca Francesa
"Obra" recebe crítica no Estadão
"Obra" no Festival do Rio
Crítica de "Obra" no site Omelete
Obra: show homenageia ator e músico Marku Ribas
"Obra" na revista Variety
 
Endereço Av. Dr. Vieira de Carvalho, 192 / 101 -  República - CEP 01210-010 - São Paulo - Brasil Telefone +55 11 3031.5522  E-mail super@superfilmes.com.br