Português English
Itinerários do Olhar DOC . DCP . COR . 5X26’ . 2019
Sinopse

Itinerários do Olhar é uma série documental, com cinco episódios, sobre a fotografia brasileira.  A série desenvolve uma narrativa visual do país e reconstrói o universo pessoal e artístico de Insley Pacheco & Marc Ferrez, Valério Vieira & Vincenzo Pastore, Alice Brill & Hildegard Rosenthal, Marcel Gautherot & Pierre Verger, e José Medeiros &Thomaz Farkas. A série apresenta pontos de contato entre a vida e obra destes fotógrafos que atuaram na introdução, divulgação e modernização da fotografia entre nós, contribuindo para a construção da imagem do País que trazemos conosco.


Esta imagem é revelada por fotografias conhecidas e desconhecidas do publico, localizadas em pesquisa realizada nos mais importantes acervos do país, com destaque para o Instituto Moreira Salles, Fundação Pierre Verger, Biblioteca Nacional, Museu Imperial, Museu Paulista, entre outros.  

Diretor Lauro Escorel

Um dos mais conceituados diretores de fotografia brasileiros. Foi assistente de Dib Lutfi e Affonso Beato antes de estrear como diretor de fotografia em São Bernardo (1971), de Leon Hirzsman, que recebeu o prêmio de melhor fotografia em Gramado. Seu trabalho em Ironweed (1987), de Hector Babenco, filmado nos EUA, lhe abriu as portas para o mercado norte-americano. No exterior, assinou a direção de fotografia de Indecency (1992), de Marisa Silver, Dangerous Heart (1993), de Michael Scott, e Amelia Earhart: The Final Flight (1994), de Yves Simoneau, entre outros. No Brasil, foi responsável pela direção de Fotografia de filmes como Toda nudez será castigada (1973), de Arnaldo Jabor, Bye Bye Brazil (1980), de Cacá Diegues, Eles não usam Black-tie (1981), de Leon Hirzsman, Coração Iluminado (1998), de Hector Babenco, Vinícius (2005), de Miguel Faria Jr., Batismo de Sangue (2006), de Helvécio Ratton e Chico, artista brasileiro (2015), de Miguel Faria Jr.

 

Como diretor, realizou o longa-metragem Sonho sem fim (1985), prêmio especial do júri no Festival de Gramado, além de curtas documentários como Os libertários (1976), prêmio Margarida de Prata da CNBB,  Improvável Encontro - frente e verso (2016), première no Festival de Brasília, e Elisa e Joana (2016), codirigido com Evaldo Mocarzel. 

 

É membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood (AMPAS) e um dos fundadores da Associação Brasileira de Cinematografia (ABC).

Equipe

Direção: Lauro Escorel


Produção: Zita Carvalhosa


Roteiros: Cristiane Ballerini, Idê Lacreta, Lauro Escorel e Stela Grisotti 


Diretor de Produção: Nikolas Castanha


Fotógrafos: Carlos Ebert, ABC,  Lula Cerri, Fernanda Tanaka, ABC, Guy

Gonçalves, ABC eJacques Cheuiche, ABC


Montagem: Idê Lacreta


Musica: Zé Nogueira


Supervisão de Edição de Som: Miriam Biderman, ABC


Desenho de Som e Mixagem: Ricardo Reis, ABC


Som direto: Heron Alencar, Mino Alencar, Popó Gouveia  e Bruno Fernandes


Entrevistados: Alex Baradel, Heloisa Espada, Jérôme Souty, Milton Guran, Rubens Fernandes Junior, Flávia de Almeida Fábio, Joaquim Marçal, Lilia Schwarcz, Pedro Corrêa do Lago, Pedro Vasquez, Sérgio Burgi, Fabiana Beltramim, Flavio Varani, Sonia Balady, Nair Benedicto, Simonetta Persichetti, Cristiano Mascaro, Flavio Damm, Helouise Costa, Luiz Carlos Barreto e Rosely Nakagawa


Produtor de imagens de arquivo:  Antonio Venancio

 

 
 
Endereço Av. Dr. Vieira de Carvalho, 192 / 101 -  República - CEP 01210-010 - São Paulo - Brasil Telefone +55 11 3031.5522  E-mail super@superfilmes.com.br